Home / Geral / Vigilantes da Prefeitura vão trabalhar na Praça da Cidadania

Vigilantes da Prefeitura vão trabalhar na Praça da Cidadania

A Praça da Cidadania, no centro de Brusque, já conta com o auxílio de vigilantes que passam atuar 24 horas no trabalho de prevenção e combate aos delitos, tráfego de drogas e consumo de bebidas alcoólicas de menores. A medida faz parte da reestruturação do local, que ainda este mês recebe os chamados “foods-trucks”, que serão relocados das vias da região central para o estacionamento da praça.

A iniciativa teve apoio da Polícia Militar, que durante esta semana, ministrou palestra com os novos servidores que vão atuar na Praça da Cidadania e em outros pontos da cidade. Segundo o Tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, comandante do 18º BPM, a medida da prefeitura é positiva e vai auxiliar o trabalho dos policiais que já atuam no centro. “Orientamos os vigilantes como identificar atos infracionais e como abordar pessoas que possam estar envolvidas em algum ato ilícito. Caberá aos servidores em casos mais graves, acionar a PM e nunca enfrentar eventuais criminosos”, finaliza.

A iniciativa de contratar 14 novos vigilantes se deu através de um processo de admissão de caráter temporário (ACT), sendo que quatro foram destinados exclusivamente a praça onde passarão a atuar na escala de trabalho 12/36h, tendo monitoramento permanente. Outros profissionais, que também foram contratados vão atuar em pontos turísticos e equipamentos públicos que necessitam de segurança permanente.

Para o Secretário de Governo e Gestão Estratégica, William Molina, a medida vai proporcionar ainda mais segurança para a comunidade, e mostra a parceria da Prefeitura de Brusque com a Polícia Militar. “Estamos atuando por partes, e a projeto inicial visa atender a Praça da Cidadania, e nossa intenção em breve é levar essa vigilância permanente a outros pontos da cidade”, pontua.

Veja Também

Movimento “É hora de comunicar” conta com mais de 20 apoiadores

Criada com objetivo de incentivar a comunicação e unir comunicadores e empresas do setor de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.