Home / Policia / Vândalos depredam decoração de Páscoa na Praça central de Guabiruba

Vândalos depredam decoração de Páscoa na Praça central de Guabiruba

Na madrugada deste sábado, dois homens foram até a Praça Theodoro Debatin, no Centro de Guabiruba, para destruir a decoração de Páscoa lá instalada. Algumas de suas peças são cenouras gigantes feitas de pano e preenchidas com feltro.

Os dois homens destruíram essas cenouras, primeiro usando para brincadeiras de luta e depois simplesmente retirando o feltro de dentro delas sem qualquer propósito senão o de estragar a decoração. O auge do vandalismo foi quando um dos homens passou a urinar em um dos coelhos da decoração. Uma pessoa percebeu o que estava acontecendo e gritou com os vândalos, que saíram correndo.

A superintendente da Fundação Cultural de Guabiruba e responsável pela decoração, Paula Maiara Bohn, foi até o local para verificar os estragos e consertar o que for possível. Um Boletim de Ocorrência foi registrado. A praça tem câmeras de monitoramento e as imagens serão utilizadas para a identificação dos vândalos.

Veja Também

Incêndio destroi empresa no centro de Botuverá

Um incêndio de enormes proporções destruiu a empresa Vargas têxtil, localizada no centro de Botuverá, ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.