Home / Política / Se vivo estivesse, Luiz Henrique da Silveira completaria 80 anos nesta terça

Se vivo estivesse, Luiz Henrique da Silveira completaria 80 anos nesta terça

Um dos grandes políticos da história de Santa Catarina estaria completando 80 anos de idade nesta terça-feira de Carnaval. É a data que marca o aniversário de Luiz Henrique da Silveira, ex-governador do Estado, senador, deputado e prefeito de Joinville.

Nasceu em 25 de fevereiro de 1940, em Blumenau/SC, LHS casou com a brusquense Ivete Marli Appel da Silveira, que atualmente é suplente do senador Jorginho Mello. Tiveram dois filhos: Claudio e Márcia.

Foi criado na capital catarinense, Florianópolis, onde realizou toda formação, fez os estudos primários na Escola Particular Antonieta de Barros, o curso ginasial no Colégio Catarinense e no Instituto Estadual Dias Velho. Bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em 1965. Durante a graduação militou na política estudantil e presidiu o Centro Acadêmico XI de Fevereiro.

Mudou-se para Joinville, no ano de 1966, exerceu a advocacia, ministrou aulas de Língua Portuguesa e de História Geral (Colégio Bom Jesus), e de Direito Público e Privado (Fundação Universitária da Região de Joinville). Iniciou a vida política em 1970, candidatou-se a uma das vagas de Deputado Estadual à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), com 7.299 votos, ficou na primeira suplência do partido, foi convocado e tomou posse em 1973, para a 7ª Legislatura (1971-1975). No mandato, integrou as Comissões de Constituição e Justiça, e de Finanças e Orçamento (Vice-Presidente).

Pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), elegeu-se Deputado Federal por Santa Catarina para a 45ª Legislatura (1975-1978), obteve 55.032 votos – o mais votado de seu partido, e participou da Comissão de Trabalho e Legislação Social.

Nas eleições municipais de 1976, elegeu-se Prefeito de Joinville, renunciou à cadeira na Câmara e exerceu mandato municipal, de 1977 a 1982. Com o fim do bipartidarismo e a reestruturação partidária no Brasil, ingressou no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), em 1980. Por este partido elegeu-se Deputado Federal por Santa Catarina – sempre o mais bem votado da legenda, e tomou posse em quatro legislaturas consecutivas.

Em outubro de 1987, licenciou-se na Câmara e assumiu o cargo de Ministro da Ciência e Tecnologia, nomeado pelo Presidente José Sarney, deixou o Ministério em julho de 1988, retomou as atividades parlamentares com a Constituição de 1988 praticamente definida, participou das votações em segundo turno e integrou comissões.

Eleito Prefeito de Joinville pela segunda vez, no pleito realizado em 1996, exerceu mandato e conquistou a reeleição quatro anos mais tarde. Sua gestão foi marcada pela inauguração do Centreventos Cau Hansen e a instalação no município da primeira escola de balé Bolshoi fora da Rússia.

No ano de 2002, renunciou ao cargo de Prefeito e concorreu para Governador de Santa Catarina, pelo PMDB, no 1º turno recebeu 918.615 votos, disputou 2º turno contra o candidato à reeleição Esperidião Amin, obteve a vitória com 1.512.447 votos. Foi o primeiro Governador reeleito da história de Santa Catarina, na eleição ocorrida em 2006, conquistou 1.601.181 votos, no 1º turno, e 1.685.184 votos, no 2º turno. Deixou o cargo de Governador, em 25 de março de 2010, para disputar o de Senador, sendo substituído pelo Vice-Governador, Leonel Pavan.

Nas eleições de outubro de 2010, foi eleito Senador por Santa Catarina, com 1.784.019 votos, e integrou a 54ª Legislatura (2011-2015) e a 55ª Legislatura (2015-2019). Concorreu a Presidência da Casa, em 2015, recebeu 31 votos, contra 49 votos do Senador Renan Calheiros.

Faleceu em 10 de maio de 2015, vítima de infarto, em Joinville, poucas semanas após o início da segunda legislatura no Senado. Seu velório reuniu inúmeras autoridades, entre elas, a Presidente Dilma Rousseff, o Presidente do Senado, Renan Calheiros, e o Governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. Está sepultado no Cemitério Municipal de Joinville.

Veja Também

Paulo Eccel assumirá mandato de deputado estadual por 30 dias

O ex-prefeito de Brusque e ex-deputado estadual Paulo Eccel (PT) assumirá mandato na Assembleia Legislativa ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.