Terça, 19 de Outubro de 2021
18°

Pancada de chuva

Brusque - SC

Saúde Blog da Gi Pavan

Depressão não é frescura

Hora de acabar com aquela ideia que "psicológo não é pra louco"

19/09/2021 às 20h59 Atualizada em 19/09/2021 às 21h17
Por: Gi Pavan
Compartilhe:
Carina Pedrini - psicanalista
Carina Pedrini - psicanalista

“Quem quer se matar, se mata”; “Tem tudo nessa vida e tem depressão?”; “Depressão é frescura”; pois então gente, são essas e muitas outras frases que se escutam a respeito da depressão ou do suicídio. Já ouviu? E conhece alguém com depressão ou mesmo que está deprimido? Pra desmitificar e trazer à consciência sobre esse assunto, a convidada do Programa da Gi dessa semana, foi a psicanalista Carina Pedrini, que já participou no início de 2020 em nosso programa. Pra assistir a entrevista completa, basta clicar abaixo… 

Setembro amarelo é o mês destinado a se falar e refletir por todos os outros meses a atenção por aqueles que muitas vezes sofrem em silêncio e na tentativa de “aliviar a dor”, “acabar com essa angústia terrível” acabam ceifando a própria vida. Como ajudar? Como citou muito bem Carina, nosso mundo imediatista e totalmente “perfeito” às nossas redes sociais, geram aflição na cabeça das pessoas que não estão bem; ou melhor, é tenta felicidade, é tanto post “montado e feliz”, claro, as pessoas colocam somente o que querem mostrar na rede social; e como comentamos: não precisamos compartilhar coisas ruins, perrengues e afins; mas o quanto que aquilo que estamos vendo é real e feliz? Nesse comparativo de vidas, a rede social vem como um “nocaute”, um vai à lona pra quem não está bem. E isso sim é uma pontinha do “iceberg”. Como psicanalista, Carina diz que toda dor tem uma causa; e é por isso que insistimos tanto para que as pessoas busquem pelo autoconhecimento. Qualquer forma de terapia, que te permita contar o que está acontecendo, alguém pra te ouvir.

Como identificar? Um comportamento diferente do que a pessoa sempre teve: triste se sempre foi alegre, ou alegre demais se sempre foi mais quieto. Um não se “reeguer” após uma situação de perda, como citou bem nossa psicanalista: “nessa pandemia todos perderam alguma coisa: vidas, bens materiais, empregos”, um luto continuado, uma separação não resolvida; o que podemos fazer: ouvir, não julgar (sim, a pessoa precisa de ajuda). A resistência é grande: muitas vezes ir no psicólogo é sinal de loucura: não!!!! eu mesma ía escondida há 12 anos atrás, mas hoje sei que ajudo muitas pessoas incentivando à procura de um profissional pra ouvir suas dores. Vá, alivia teu coração, não carrega o mundo nas costas. Busca a causa dessa dor e busque a felicidade do seu jeito, não das redes sociais, aquela que singelamente vem do coração.

 

Que bom falar sobre isso, é preciso! Compartilhe.

 

Fiquem com Deus... e cuide-se saúde seu bem mais precioso: física,  mental e espiritual.

 

Grande abraço, Gi Pavan.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Gi Pavan
Gi Pavan
Sobre Dicas de saúde, qualidade de vida e bem estar!
Brusque - SC Atualizado às 09h36 - Fonte: ClimaTempo
18°
Pancada de chuva

Mín. 14° Máx. 20°

Qua 21°C 13°C
Qui 23°C 15°C
Sex 26°C 14°C
Sáb 28°C 17°C
Dom 30°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias