Home / Geral / Mais de 3.500 pessoas participaram do Dia Nacional da Construção Social

Mais de 3.500 pessoas participaram do Dia Nacional da Construção Social

O servente José Pereira das Flores, levou toda a família para o Dia Nacional da Construção Social. Esposa, filhos, irmãos e primos, e levou sorte: ganhou uma bicicleta, e não foi a primeira. “Todos os anos eu venho e acho muito importante, pois nós não temos tempo de fazer exames e aproveitar serviços que são oferecidos aqui de graça, então facilita bastante, além dos prêmios. Eu já ganhei outra bicicleta e um eletrodoméstico e meu amigo ganhou a moto no ano passado”, contou.

José foi uma das mais de 3.500 pessoas que passaram pelo Centro esportivo do SESI, em Brusque, para participar do Dia Nacional da Construção Social. A ação é realizada simultaneamente em 31 municípios brasileiros, com a coordenação da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Na cidade, o evento é realizado pelo Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (Sinduscon), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário (Sintricomb) e pelo SESI regional.

Em Brusque, o DNCS iniciou pela manhã, com o Momento Empresarial, destinado aos empresários da construção e do mobiliário e convidados, que participaram de uma palestra com o médico do trabalho e membro do SESI Nacional, Dr. Gustavo Nicolai. O especialista falou sobre: “SST – Custo ou investimento e E-Social”, assunto que está sendo discutido em todos os setores, o qual vários empresários ainda tem dúvidas. “Hoje a gente já tem ferramentas gratuitas na internet onde as empresas conseguem identificar e conhecer a sua realidade em termos de custos com acidentes. Em três anos com esta ferramenta tramitando, sabemos que em media as empresas brasileiras pagam só em aumento tributário, cerca de R$ 9 mil 417, por um acidente de trabalho  e mais de 73 mil por um afastamento. Estes números são justificativa suficiente para que seja investido em prevenção”, informa o médico.

Gustavo Nicolai também falou sobre o E-Social, que faz com que as empresas sejam obrigadas a enviar dados sobre contratação de mão de obra dentro do ambiente de trabalho. “O e-social vem e transforma o modelo de fiscalização atual, abordando agora 100%das empresas. Não tem mais espaço no e-social para o jeitinho ou para aquelas empresas que pensam que não haverá mais fiscalização, o cerco se fechou para quem descumprir a lei”, concluiu.

Para o empresário Orlando Schaeffer, a palestra foi muito importante para que esclarecer dúvidas, além de abordar temas deste segurança, previdenciária até situações que serão enfrentadas num  futuro próximo. “Foi um alerta para nós empresários e para aqueles que ainda não se adequaram às normas, pois muito ainda está por vir e quem não se adaptar terá muito prejuízo”, declarou o construtor.

Segundo o vice-presidente do Sinduscon, Ademir José Pereira, a palestra foi uma solicitação da categoria, que necessitava destas informações.  “A presença do Dr. Gustavo foi muito elogiada, pois tirou as dúvidas dos empresários e nos preparou para as mudanças que serão exigidas ainda mais. Temos que estar atualizados e o sindicato poderá agora, orientar mais fortemente seus associados”, declarou.

PÚBLICO ATENDEU AS EXPECTATIVAS

Durante toda à tarde, foram realizadas diversos serviços gratuitos como corte de cabelo, sessão de cinema, pintura facial, maquiagem, massagem, brincadeiras para crianças, orientações na área de saúde, segurança no trabalho, apresentação de dança, zumba, teste de visão, distribuição de lanche, sorteio de brindes e muito mais. Entre as novidades muito procuradas pela população, estavam o agendamento de cadastro biométrico e a confecção de carteiras de identidade. Ao todo foram realizados cerca de 13 mil atendimentos.

“A gente trabalha a semana inteira e não consegue tempo para fazer os documentos, por exemplo. Aproveitei e vim fazer a carteira de identidade do meu filho e minha irmã dos filhos dela”, disse a Priscila Pinto Machado, cujo marido trabalha na construção.

Já o SESI estadual trouxe para o evento um espaço dedicado a Saúde e Segurança do Trabalhador- SST. Através de um circuito que contou com um Game de Segurança, um Jingle de SST e um Jogo de Complete as Frases, o visitante pôde aprender mais sobre prevenção de acidentes e no fim ainda levou para casa uma foto. “O objetivo foi chamar a atenção da comunidade, dos trabalhadores, das famílias para atitudes saudáveis, para comportamentos seguros no ambiente de trabalho e também em casa”, lembrou o diretor técnico do SESI/SC, Marco Aurélio Goetten, que esteve no evento.

Para o presidente do Sintricomb, Izaías Otaviano as expectativas foram alcançadas. “Passamos uma mensagem, o trabalhador compareceu e entendeu essa mensagem. Estamos muito satisfeitos e pelas informações que temos previamente, Brusque teve, novamente, mais uma grande participação”, destacou.​

Veja Também

Vigas da nova ponte do Ribeirão Limeira são colocadas

Avançam conforme o cronograma as obras da Ponte sobre o Ribeirão Limeira e também da ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.