Home / Economia / Ingo Fischer e Ademar Sapelli são homenageados em Florianópolis

Ingo Fischer e Ademar Sapelli são homenageados em Florianópolis

“O Brasil não pode parar. Precisamos valorizar as empresas sérias e transparentes. E encontrar uma fórmula para voltar a avançar, o mais rápido possível, com as reformas, para criar um ambiente que permita o crescimento. Se temos pela frente grandes desafios, sabemos também que há muitos brasileiros do bem trabalhando por um País melhor”, afirmou o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Glauco José Côrte, nesta sexta-feira (19), em Florianópolis, durante a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Industrial e do Mérito Sindical. O evento marcou o encerramento da Jornada Inovação e Competitividade da Indústria Catarinense.

Os industriais Ademar Sapelli, de Brusque, Álvaro Weiss, de São Bento do Sul, Carlos Rodolfo Schneider, de Joinville, José Samuel Thiesen, de Saudades, além do governador Raimundo Colombo, receberam a Ordem do Mérito Industrial de Santa Catarina, o mais alto reconhecimento da indústria do Estado. O industrial Ingo Fischer, de Brusque, recebeu a Ordem do Mérito Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o reconhecimento máximo da indústria nacional.

“A travessia nesse período tem sido dolorosa. Os industriais que hoje recebem a nossa homenagem sabem disso. Tiveram que fazer inúmeros sacrifícios e foram obrigados a adotar medidas duras para sobreviver a uma contração econômica jamais vivida antes”, declarou o presidente da FIESC, salientando que, apesar de tudo, seguem em frente.

Fischer, que discursou em nome dos homenageados, disse que representar os empresários de Santa Catarina em nível nacional é muito mais do que a realização de um sonho. “Esta iniciativa da CNI e da FIESC é uma forma de reconhecimento do esforço e dedicação de pessoas que lideram e mobilizam equipes em favor de uma causa, gerando riqueza, empregos e qualidade de vida”, resumiu, referindo-se aos homenageados como a síntese do modelo industrial de Santa Catarina: indústrias que nasceram pequenas, foram crescendo, ganhando mercados e transformando vidas. “Assim foi construída uma indústria forte, pujante, que com seus produtos está presente em todos os continentes. A indústria do Estado foi forjada com a dedicação dos empreendedores e o compromisso dos trabalhadores. Todos determinados a fazer o melhor da melhor forma e buscando os melhores resultados”, finalizou.

O presidente da FIEP, Edson Campagnolo, que na cerimônia representou o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, destacou a persistência dos empreendedores diante da crise pela qual o País atravessa e convocou a sociedade a participar mais da política. “Enquanto nos silenciarmos, nos omitirmos e não participarmos um pouco mais na política nacional, local e estadual e não tivermos essa coragem, vamos continuar enfrentando crises como essa que estamos vivendo”, alertou, lembrando que para estar mais presente na política não precisa ser um candidato.

Em seu pronunciamento, o governador Raimundo Colombo chamou a atenção para as várias faces da crise e lembrou que a globalização exige competitividade e eficiência. “Temos que nos adaptar a esta realidade, fazer mais com menos, mais rápido e com qualidade. A sociedade brasileira começa a observar a necessidade de sair de um modelo de Estado para construir um modelo de nação e isso não é fácil de fazer. Não se faz com leis, decretos ou discursos”, argumentou.

 

 

 

Veja Também

Começa nesta semana pagamento de R$ 500 por conta do FGTS

A Caixa Econômica Federal inicia nesta semana o pagamento de até R$ 500 por conta ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.