Home / Economia / Comércio de Brusque está otimista para as vendas de Natal

Comércio de Brusque está otimista para as vendas de Natal

O clima de otimismo na economia permanece presente para as vendas de fim de ano. Segundo levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) 66,84% dos comerciantes estão otimistas para a data mais importante para o varejo.

A expectativa é de que as vendas de Natal sejam maiores do que no ano anterior e de que o tíquete médio do período fique entre R$ 101,00 e R$ 150,00. A pesquisa foi realizada com associados das 20 cidades de maior potencial econômico do estado, entre elas, Brusque.

Segundo o presidente da CDL Brusque, Fabricio Zen, quem passa pelas ruas da cidade consegue notar que os lojistas já levaram o clima natalino para dentro de seus estabelecimentos. Além disso, várias promoções específicas para essa data do ano também devem contribuir para o aumento no número de vendas.

“No Brasil, estima-se que as vendas devem injetar R$ 60 bilhões no comércio e setor de serviços, e claro que o reflexo também será positivo em nossa cidade.  As últimas pesquisas divulgadas pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) projetam um cenário positivo para este Natal. Tanto em aumento nas contratações temporárias, quanto nas vendas de fim de ano”, destaca.

Outro fator apontado pelo presidente é a busca pela regularização de dívidas antigas para recuperação do crédito. “Percebemos também um aumento no número de consultas em CPF/CNPJ 35% maior que no mesmo período do ano passado, o que reflete a busca do consumidor por crédito nos comércios da cidade. Destas consultas, duas em cada 10 pessoas estão negativadas no SPC, um indicador menor que o nível nacional, que fica entre três a quatro pessoas. As estatísticas de Brusque também apontam que em outubro e novembro até o momento, o número de quitação de dívidas foi maior do que o número de registros. Ou seja, o consumidor está procurando quitar suas pendências para resgatar seu crédito na praça”, ressalta Zen.

O presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer, lembra que a liberação do FGTS também contribuiu para a recuperação de crédito, aumentando a capacidade de consumo das famílias brasileiras. “O aumento do nível de confiança dos consumidores e empresários, o corte dos juros e o controle da inflação são fatores determinantes para a retomada do consumo das famílias, o que representa maior geração de empregos e um ciclo positivo de crescimento”, destaca.

Como forma de ampliar as vendas, estratégias como promoções (35,71%) e campanhas (22,45%) estarão entre as principais ações desenvolvidas pelo comércio catarinense. Em relação à contratação de temporários para o período que se estende ao verão, 35,20% dos entrevistados pretendem contar com novos colaboradores

Nacional

Em âmbito nacional, as vendas desse período devem injetar cerca de R$ 60 bilhões no comércio e setor de serviços. Levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que aproximadamente 119,8 milhões de brasileiros devem ir às compras este ano. De modo geral, a maior parte (37%) dos consumidores acredita que vai gastar mais no Natal deste ano em comparação com 2018. A principal justificativa é o fato de terem economizado ao longo do ano e, agora, se sentem com mais liberdade para investir (29%).

Decoração de Natal

Para marcar de vez o clima de Natal, a entidade inaugura na terça-feira, 3 de dezembro, a decoração de Natal da Praça Barão de Schneeburg. A casa do Papai Noel estará aberta para visitação da comunidade a partir das 20h30. A decoração de Natal da Praça é uma realização da CDL Brusque com o apoio da Prefeitura, Associação Empresarial de Brusque (Acibr) e Sindilojas.

Veja Também

Havan anuncia cancelamento de publicidade na Rede Globo

Em nota divulgada nesta quinta (7), o empresário Luciano Hang, proprietário da rede de lojas ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.