Home / Política / Câmara sorteia membros de comissão que vai apurar conduta de Marcos Deichmann

Câmara sorteia membros de comissão que vai apurar conduta de Marcos Deichmann

A representação formulada contra o vereador Marcos Deichmann (PATR) pelo corregedor da Câmara, Cleiton Bittelbrunn (DEM), e acatada pelo presidente da mesa diretora, Ivan Martins (DEM), durante a sessão ordinária de 28 de abril, será investigada por uma Comissão de Ética e Decoro Parlamentar composta de cinco membros.

Por meio da Resolução Administrativa n° 5/2020, Celso Emydio da Silva, o Dr. Celso (DEM), Claudemir Duarte, o Tuta (PT), Leonardo Schmitz (DEM), Joaquim Costa (MDB), o Manico, e Paulinho Sestrem (Republicanos) são os nomes que irão formar o grupo, definidos em sorteio na tarde desta terça-feira, 12 de maio. Caberá à comissão a apuração dos fatos citados na denúncia e, caso assim julgue, a aplicação de medidas disciplinares ao denunciado, respeitadas as normas previstas no Regimento Interno da casa.

Relembre o caso

Um áudio postado por Deichmann no grupo de WhatsApp mantido entre vereadores e servidores da Câmara, posteriormente ao encerramento da sessão ordinária de 23 de abril, deu origem à representação. No arquivo, o parlamentar questionou o fato de não ter sido incluído na pauta daquela reunião um requerimento de sua autoria.

A mensagem indicada na denúncia veio após resposta da diretora do Departamento Jurídico e Legislativo da Câmara, Fabiana Amalia Dalcastagne, no mesmo grupo, de que as proposições deliberadas na referida sessão, exceto projetos de lei, seriam apenas as protocoladas antes do início das sessões virtuais — em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus

Na ocasião, o parlamentar afirmou que “a Câmara de Vereadores é a milícia da Prefeitura”, fato que levou o corregedor a acusá-lo de ter infringido dispositivos do Regimento Interno e da Lei Orgânica Municipal, no que diz respeito à sua atuação como vereador. “Perdeu a compostura quando não teve seu pedido atendido, atacando a presidência, vereadores, servidores e a dignidade de todo o Poder Legislativo”, argumentou Bittelbrunn.

Veja Também

Câmara cria grupo para discutir adiamento das eleições

Com o avanço da pandemia da covid-19 no Brasil, Câmara e Senado devem tentar adiar ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.