Home / Política / Bolsonaro e governadores chegam a acordo, e congelam salários dos servidores até 2021
(Brasília - DF, 20/05/2020) Videoconferência com Governadores dos Estados. Foto: Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro e governadores chegam a acordo, e congelam salários dos servidores até 2021

Em videoconferência na manhã desta quinta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro e governadores entraram em acordo para congelar os salários de servidores públicos até 2021. O reajuste estava no projeto de socorro a estados e municípios, que será sancionado pelo governo e prevê R$ 60 bilhões de auxílio.

“Em comum acordo com os Poderes, nós chegamos à conclusão de que, congelando a remuneração, os proventos também dos servidores até o final do ano que vem, esse peso seria menor, mas de extrema importância para todos nós. É bom para o servidor, porque o remédio é menos amargo, mas é de extrema importância para todos os 210 milhões de habitantes”, afirmou Bolsonaro.

Após desavenças, o governador de São Paulo, João Doria, elogiou a iniciativa do presidente a convidar os chefes de estado para trabalharem juntos no combate ao novo coronavírus.

“Quero exaltar e cumprimentar a forma com que essa reunião está sendo conduzida, para a união de todos. O Brasil precisa estar unido para vencer a crise, ajudar e proteger a saúde dos brasileiros. Nós precisamos, sim, estar unidos. Vamos em paz, presidente. Vamos pelo Brasil e vamos juntos. É o melhor caminho e é a melhor forma de vencer a pandemia”, afirmou Doria.

Veja Também

Câmara cria grupo para discutir adiamento das eleições

Com o avanço da pandemia da covid-19 no Brasil, Câmara e Senado devem tentar adiar ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.