Home / Economia / 51a. Pronegócio termina com resultado dentro do Esperado

51a. Pronegócio termina com resultado dentro do Esperado

A 51ª Pronegócio Outono/Inverno 2020 chegou ao fim, na tarde desta quarta-feira, 6 de novembro, com um resultado esperado por toda a diretoria da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr). Organizadora do evento que contou ainda com a parceria do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SC), a AmpeBr trouxe ao município, nos primeiros três dias desta semana, aproximadamente 300 compradores de 150 empresas de diversos estados brasileiros, para negociarem com 100 marcas catarinenses, nos segmentos de confecção feminino, masculino, adulto e infantil.

A meta da entidade era ousada, segundo o presidente Ademir José Jorge, diante do momento econômico que o país passa. Porém, era uma meta possível de ser alcançada. Nesta quarta-feira, quando os últimos compradores deixaram o Clube Santos Dumont, local onde aconteceu o evento, e os fabricantes iniciaram o retorno de suas coleções às suas empresas, levando na bagagem suas listas de pedidos negociados, o sentimento de todas as pessoas que atuaram no evento, era de mais uma missão cumprida com sucesso. “Acreditamos que o saldo final desta 51ª Pronegócio ultrapassará 300 mil peças, já que algumas empresas, como de praxe, compram através do sistema Private Label (PL), onde os fabricantes trabalham o desenvolvimento exclusivo do produto. Logo, estes pedidos, chegam à AmpeBr nas semanas seguintes à rodada”, reforça Ademir.

Experiência aprovada

Entre os compradores que participaram desta edição da rodada estava Fernanda Schmidt e Natiele Camargo, da rede de Lojas Lebes, de Eldorado do Sul (RS). A empresa, que participa desde as primeiras edições da Pronegócio, foi uma incentivadora da edição de novembro do evento, que oportuniza aos clientes fazerem pedidos de forma antecipada. “Vimos aqui uma grande oportunidade ao termos os produtos com antecedência, com mais agilidade nas lojas. Temos parceiros de muitos anos e sempre marcamos presença nas quatro edições da rodada. São produtos muito bons, que vão de acordo com a necessidade do nosso público e sempre encontramos o que precisamos para nossas lojas, além das novidades e tendências da moda. Saímos daqui com bons negócios feitos e mercadoria garantida”, declara Fernanda.

Da mesma forma, Juliano Frison e Stefany de Oliveira, da Loja Tropical, de Curitiba (PR) estiveram na terça-feira, 5, realizando os pedidos para a empresa. Pela primeira vez na rodada de novembro, eles também avaliaram de forma positiva o evento. “Não vamos conseguir vir na edição de janeiro e aproveitamos a oportunidade também para termos essa experiência da Preview. A negociação, os produtos e o atendimento são iguais às demais rodadas. Encontramos nossos fornecedores aqui e foi bem positivo. Para nós é muito importante participar da Pronegócio, pois são produtos que não encontramos em outros locais. Sem contar no contato com os fornecedores, a negociação direta, a praticidade, enfim é excelente”, detalha Frison.

Metas atingidas

A avaliação também é positiva por parte dos fabricantes. Josiana Battisti Bittencourt, da empresa Specific Jeans, de Rio do Sul (SC) participa há muito tempo das quatro edições anuais da Pronegócio e, nesta rodada, teve as expectativas superadas em relação às vendas. “Viemos com uma expectativa, até porque o mercado ainda está um pouco ‘trancado’, mas fiquei surpresa pelas negociações que fizemos. Tivemos resultados muito bons e estamos muito contentes com esta Pronegócio. A redução dos dias desta edição também faz com que o cliente venha bem focado e conseguimos inclusive colocar reposição, para entrega ainda este ano. Sem contar que a Pronegócio é uma oportunidade fantástica de levarmos nossos produtos para todo o país e atendermos diversos clientes em um mesmo espaço. Estamos muito felizes e em janeiro estaremos aqui”, ressalta Josiana.

Da mesma forma, Willian Oliari, da empresa brusquense Olho D’Água, encerrou sua participação na 51ª Pronegócio de forma positiva. Ele, que há mais de cinco anos participa das edições da rodada, falou sobre a satisfação em estar presente no evento e em ter bons resultados nas vendas. “Para nós foi muito bom, acredito que saímos daqui com um aumento mínimo de 40% comparado com a rodada de novembro de 2018. Participamos das quatro Pronegócios realizadas no ano e esta edição é excelente, pois já saímos com a nossa produção fechada para o início do ano. Ou seja: esta edição chega a ser quase que mais importante do que a de janeiro. Vimos que acertamos a coleção também, os números comprovaram isso, na 52ª Pronegócio estaremos aqui”, avaliou.

52ª Pronegócio

Com o encerramento desta edição, agora a AmpeBr inicia os preparativos para a 52ª Pronegócio, que acontece de 13 a 17 de janeiro de 2020, no Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof (Pavilhão da Fenarreco). Na oportunidade serão apresentadas as coleções de Inverno 2020.

Happy Hour

Nem só de negócios é feita a 51ª Pronegócio! Na noite de terça-feira, 5 de novembro, segundo dia do evento, a AmpeBr promoveu aos clientes e parceiros, um Happy Hour, que contou com a presença de 10 produtores de cervejas artesanais, integrantes do Núcleo de Cervejeiros da entidade (Nucervarte).

“É a última edição do ano da Pronegócio e trouxemos cervejas de verão, para serem apreciadas pelos nossos clientes da rodada. O objetivo é ser um momento descontraído a todos”, revela o coordenador do Nucervarte, Cicero Klas.

Para o presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge, o Happy Hour é um momento de confraternização entre clientes e fabricantes. “É um momento ímpar, onde damos uma relaxada, pois os períodos de trabalho durante o dia são tensos, as negociações às vezes difíceis, então ficamos felizes em proporcionar este Happy Hour a todos”.

Valmir Fronza, da empresa Loja Rios, de Rio Negrinho-SC, foi um dos clientes que prestigiou o Happy Hour. “Tenho 42 anos de loja e aqui nos sentimos em casa, a receptividade é muito boa. Este evento especificamente, é a oportunidade de fazermos amigos também”, enfatiza.

O casal Chaiana de March e Marcos Antônio Rodrigues, do Grupo Mais Econômica e da loja on line ‘Meu Armário Favorito’, de São José dos Pinhais-PR, participou pela primeira vez da rodada de novembro, embora a empresa já tenha uma história de 20 anos com a AmpeBr e a Pronegócio. Na terça-feira, após as negociações do dia, eles também marcaram presença no Happy Hour. “Ficamos surpresos com esta rodada. Conseguimos focar naquilo que precisamos, tendo a oportunidade de negociar com um número elevado de fornecedores. Além disso, aproveitamos o Happy Hour para apreciarmos as cervejas artesanais de qualidade, apresentadas aqui”, conta ela. 

Veja Também

Brusque, BC, Camboriú, e Itajaí fundam Pólo Regional de Inovação

Para acelerar o processo de desenvolvimento da inovação tecnológica na região, o Núcleo de Inovação, ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.