Home / Geral / SAMAE explica sobre “água branca”

SAMAE explica sobre “água branca”

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Brusque (Samae) emitiu, na tarde desta quinta-feira (13), uma nota técnica explicando o fenômeno popularmente conhecido como água branca, processo ao qual a água se apresenta na residência com uma coloração esbranquiçada.

O diretor de tratamento da autarquia, Ricardo Bortolotto, explica via o documento que o fenômeno é algo totalmente normal e não oferece nenhum tipo de risco à população. Esclarece, ainda, que a cor esbranquiçada não significa excesso de cloro, que a população pode ficar tranquila com a qualidade da água que chega nas residências por meio do Samae.

Bortolotto deixa claro que é algo que ocorre de forma comum em outros processos. “Quando a torneira é aberta, há uma descompressão brusca e forma-se microbolhas de ar de coloração esbranquiçadas, que após alguns segundos começam a desaparecem deixando a água incolor novamente. Fenômeno é o mesmo que acontece quando abrimos uma garrafa de refrigerante, inicialmente o líquido encontrasse sem bolhas e pressurizado, quando abrimos a garrafa esta despressuriza e forma-se as bolhas,” explica.

Nota Completa

MANIFESTAÇÃO DO SAMAE SOBRE A OCORRÊNCIA DE ÁGUA “BRANCA”

Brusque, 13 de junho de 2019

Sobre a ocorrência de “água branca” segue:

  • A água branca ou “esbranquiçada” não causa problemas a saúde. É um fenômeno natural que ocorre em dias de menor temperatura e maior pressão na rede de distribuição, normalmente nas primeiras horas da manhã onde o consumo é menor e há maior pressão na rede de distribuição.

O “branco” na água nada mais é que microbolhas de ar dissolvidas. Isto ocorre porque gases (como o ar) dissolvem-se com maior facilidade na água em temperatura mais baixas pressão maior, condições que ocorrem principalmente no outono e inverno.

Quando a torneira é aberta, há uma descompressão brusca e forma-se microbolhas de ar de coloração esbranquiçadas, que após alguns segundos começam a desaparecer deixando a água incolor novamente. Fenômeno é o mesmo que acontece quando abrimos uma garrafa de refrigerante, inicialmente o líquido encontrasse sem bolhas e pressurizado, quando abrimos a garrafa esta despressuriza e forma-se as bolhas.

Muitas pessoas associam a coloração branca ao excesso de cloro, porém não é este produto que provoca o fenômeno. Muitas vezes há a presença de um cheiro de cloro, isto ocorre porque estas microbolhas “arrastam” o cloro presente junto, logo, o cheiro de cloro não é devido ao excesso deste, e sim porque ele está sendo retirado da água pelas microbolhas de ar. Caso fosse excesso de cloro, a coloração da água seria amarelo claro, e não branco; como é o que ocorre, e precisaria uma grande quantidade de cloro para dar cor, gosto e cheiro na agua. Este produto tem um rígido controle nas estações para manter as dosagens dentro do recomendado pelo Ministério da Saúde.

Atenciosamente.

Ricardo Bortolotto
Diretor de Tratamento
Químico Industrial
CRQ 13201069

Veja Também

Milhares de pessoas participam do Corpus Christi em Brusque. ASSISTA!

Uma manhã de sol para comemorar a presença real de Jesus na Eucaristia. Mais de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.