Home / Economia / Receitas de Guabiruba crescem nos últimos anos

Receitas de Guabiruba crescem nos últimos anos

O Observatório Social de Brusque analisou a receita de Guabiruba desde 2015, conforme informações disponibilizadas no Portal da Transparência do município. De acordo com a análise, apenas nos seis meses de 2017 o montante arrecadado foi maior do que nos anos anteriores, considerado o mesmo período.
Em 2017, a arrecadação com os impostos, taxas e transferências foi de R$ 26,3 milhões. No ano passado esse valor ficou em R$ 23,8 milhões e em 2015 o montante arrecadado foi de R$ 22,5 milhões.
Entre os tipos de arrecadação estão IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), Cosip (Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços), ISQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), taxa de licença para funcionamento, FPM (Fundo de Participação do Município), IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e outros.
A maior arrecadação em 2017 foi com o Fundeb (R$ 6,9 milhões), em seguida o ICMS (R$ 6,9 milhões), o FPM (R$ 6,8 milhões) e o IPTU (R$ 2,2 milhões).
Em 2016 os maiores valores contabilizados foram com o ICMS (R$ 6,2 milhões), o FPM (R$ 6 milhões), o Fundeb (R$ 5,8 milhões) e o IPTU (R$ 1,7 milhões). As principais receitas de 2015 seguem a mesma ordem; ICMS (R$ 6,3 milhões), FPM (R$ 6,2 milhões), Fundeb (R$ 5,1 milhões) e o IPTU (R$ 1,3 milhões).
Analisando os números é perceptível que em todos os âmbitos as arrecadações cresceram entre 2015 e 2017.


Balanço orçamentário
Em relação ao balanço orçamentário, a previsão de arrecadação da Prefeitura de Guabiruba para o ano de 2017 era de R$ 1,6 milhões apenas com o IPTU, valor que foi atingindo com saldo superior ao previsto em R$ 603 mil. Para a taxa de licenciamento de funcionamento, o valor previsto para o ano era R$ 340 mil e foram arrecadados R$ 373 mil ainda nos primeiros seis meses.
Outras duas receitas já atingiram 50% do estipulado, como a transferência de salário da educação, que arrecadou R$ 772 mil dos R$ 1,3 milhão e a Fundeb com R$ 6,9 milhões dos R$ 12 milhões previstos.


Foto: Divulgação

Veja Também

ACIBr comemora 83 anos e empossa nova diretoria

Há 83 anos construindo uma história de futuro. A frase escolhida pela Associação Empresarial de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.