Home / Geral / Prefeitura libera espaço ocupado por moradores de rua no centro

Prefeitura libera espaço ocupado por moradores de rua no centro

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação, conseguiu um entendimento junto aos moradores de rua para desocupação do antigo prédio dos Correios, no Centro da Cidade.

Após algumas conversas iniciais na última semana, os moradores aceitaram deixar o local na manhã desta terça-feira (15), recebendo todo o suporte do Centro de Referência em Assistência Social (Creas) e dos demais funcionários da pasta, psicólogos e assistentes sociais.

Alguns moradores já chegaram a deixar o local na segunda-feira (14) e os demais fizeram o mesmo logo pela manhã desta terça-feira (15).

O secretário de Assistência Social e Habitação de Brusque, Deivis Junior, acompanhou todo o processo de negociação com os moradores de rua e nesta terça-feira esteve presente, pouco após às 6h da manhã, na saída efetiva dos moradores.

Ele ressalta que houve uma conversa pacífica sobre a necessidade de deixar o local, uma propriedade particular dos Correios, em contrapartida, secretário e demais profissionais da Assistência ouviram as demandas dos moradores para que todos possam ter o suporte necessário para reintegração social. “Creio que foi dado um primeiro passo para ajudarmos de forma ainda mais efetiva essas pessoas. A Secretaria de Assistência Social sempre realizou abordagens e esteve presente no dia a dia em busca de ajudar a todos, mas creio que agora evoluímos mais nessa questão”, ressalta ele, ao destacar que alguns dos moradores que estavam no prédio mostraram interesse em ir para o albergue provisório na Arena Brusque. A Secretaria também ofertou o pagamento de passagem para que outros possam voltar as suas cidades de origem. “É importante ressaltar que não é do dia para noite que vamos resolver os problemas dos moradores de rua, mas esse é um dos principais objetivos da Assistência Social, que tem entre as suas premissas trabalhar para o bem comum sem violar os direitos do cidadão. O que pretendemos é dar suporte para que essas pessoas saiam da situação de vulnerabilidade e, sobretudo, sejam reinseridas no meio social e possam voltar ao convívio familiar”, diz.

Deivis Junior comenta que a Assistência segue agora com um plano de trabalho de abordagem e mapeamento individual dos moradores. “A intenção é oferecer cada vez mais o suporte para essas pessoas. Alguns já aceitaram ir para o abrigo provisório da Arena Brusque, o que é um grande passo. Outros estamos trabalhando de forma individualizada, com apoio de nossos psicólogos e assistentes sociais, para que possamos auxiliar da melhor forma essa reintegração social”, observa.

O secretário de Assistência Social ainda destaca que em breve terminará a construção do abrigo que está sendo montado no local onde era o antigo almoxarifado da Saúde. Um espaço com capacidade para 30 pessoas, dividido para atender homens e mulheres. “Com isso teremos um local mais apropriado para receber essas pessoas e fazer todo o trabalho que compete a Assistência Social”, finaliza.

Logo após a saída dos moradores de rua, o antigo prédio dos Correios já foi todo limpo pela Secretaria de Obras, que prestou apoio no local. Os moradores optaram por não levarem lonas e alguns pertences. Os materiais foram recolhidos pela equipe de Obras para destinação final. Policiais do 18º Batalhão da Polícia Militar de Brusque também estiveram presentes no local acompanhando toda a operação.

Veja Também

UNIFEBE lança concurso fotográfico para comemorar 45 anos

Se uma imagem vale mais que mil palavras, sua história registrada em foto pode render ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.