Home / Geral / Ministério das Cidades aprova projeto da Margem Esquerda da Beira Rio

Ministério das Cidades aprova projeto da Margem Esquerda da Beira Rio

Os projetos de Qualificação Viária da Margem Esquerda da Beira Rio e de Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Brusque foram aprovados pelo Programa Avançar Cidades, do Ministério das Cidades. A portaria que tornou pública a seleção foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (21) e assinada pelo ministro Das Cidades, Alexandre Baldy.

Com isso, a Prefeitura de Brusque, que já havia recebido autorização do Poder Legislativo municipal para contrair a operação de crédito no valor de até R$ 30 milhões, está apta a contratar financiamento junto ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), agente financeiro escolhido pelo governo municipal. Os recursos são oriundos do do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“Serão aproximadamente quatro quilômetros de prolongamento da Avenida Beira Rio em sua margem esquerda. Isto compreende obras de terraplanagem, drenagem, muros de contenção, enrocamento, pavimentação, sinalização, ciclovias, passeios, baías para transporte coletivo, bem como a ampliação da cabeceira da ponte Mario Olinger e a construção de uma ponte sobre o ribeirão São Pedro. As intervenções irão começar nas proximidades do Corpo de Bombeiros, seguindo até nas imediações da ponte Santos Dumont”, enfatiza o vice-prefeito de Brusque, José Ari Vequi.

Ainda conforme Vequi, a assinatura do convênio ocorrerá antes do dia 31 de dezembro deste ano. “A partir do momento da assinatura do contrato, será dado início o trâmite para abertura de edital de licitação para esta importante obra”, finaliza Vequi.

Veja Também

Prefeitura e PM implantam “Sou estudante, sou cidadão”

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Educação em parceria com a Polícia ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.