Home / Geral / Justiça do Trabalho inaugura Centro de Conciliação em Brusque nesta sexta

Justiça do Trabalho inaugura Centro de Conciliação em Brusque nesta sexta

O Fórum Trabalhista de Brusque contará a partir desta sexta (7) com um local específico para tentativas de acordo. Trata-se do Centro de Conciliação Trabalhista (Cejusc), o décimo de primeiro grau a ser instalado pela Justiça do Trabalho no estado.

A estrutura vai atender demandas conciliatórias das duas unidades de Brusque, que, juntas, receberam de janeiro a maio deste ano 907 processos e solucionaram 836. Desses, 313 foram por meio de acordo, um índice de 37,8%, abaixo da média de conciliações do estado no período (45,8%).

De acordo com o juiz da 1ª Vara do Trabalho de Brusque e futuro coordenador do espaço, Armando Luiz Zilli, a abertura do Cejusc irá contribuir para o aumento do número de acordos, permitindo a aproximação ou mesmo superação da média estadual. “A fixação de metas de trabalho é uma fórmula importante para obtenção de resultados. Vamos trabalhar para alcançá-las”, pontua o magistrado, complementando que o objetivo é ter no local uma pauta semanal com cerca de 30 processos.

Pelo que observa no dia a dia das audiências, Armando Zilli considera que já existe uma cultura de conciliação sedimentada na região, com advogados e partes sempre abertos ao diálogo e demonstrando interesse na busca de uma solução pacificada ao conflito.

“A implantação do Cejusc vem para difundir ainda mais essa cultura. É um local próprio e com a estrutura adequada para que partes e procuradores possam discutir e celebrar um acordo justo e equilibrado”, conclui.

O que é o Cejusc?

O primeiro centro de conciliação da JT foi instalado no Fórum de Florianópolis, em junho de 2016, mas a implantação dessas unidades ganhou força a partir de abril de 2018: de lá para cá, foram nove centros. Tratam-se de ambientes planejados especialmente para a realização de acordos, seguindo recomendações de leiaute dos Conselhos Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e Nacional de Justiça (CNJ). As mesas são redondas para facilitar as negociações, conduzidas por juízes com a ajuda de servidores conciliadores. O ambiente é decorado com imagens de paisagens da própria região, a fim de inspirar paz e tranquilidade, desvinculando-se da tensão da sala de audiência.

Veja Também

Milhares de pessoas participam do Corpus Christi em Brusque. ASSISTA!

Uma manhã de sol para comemorar a presença real de Jesus na Eucaristia. Mais de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.