Home / Geral / Empregabilidade: expectativa é positiva para 2019 em Brusque

Empregabilidade: expectativa é positiva para 2019 em Brusque

Mesmo que 2018 tenha sido um ano desafiador para vários setores da economia, a criação de vínculos formais de emprego em Santa Catarina superou os quatro anos anteriores, com 39.646 novas vagas. Seguindo a realidade estadual, Brusque também registrou um cenário positivo ao longo do ano e subiu para quinto lugar no ranking de geração de empregos, com saldo de 1.381 novos postos de trabalho – 288 a mais do que no ano anterior.


No total, foram registrados 24.149 admissões contra 22.768 demissões nos 12 meses do ano. Os dados são do Setor de Informação e Análise de Mercado – SST/SINE, com base nas informações levantadas pelo Ministério da Economia por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED/MTE.


Para o diretor do Sine Brusque, Diego Portalete, os números são positivos. “Visto que de 2017 para 2018 Brusque subiu duas posições, de sétimo para quinto colocado no estado, ficando a frente de cidades importantes como Blumenau, Itajaí, Criciúma, Itapema e Balneário Camboriú, esperamos para 2019 um cenário positivo para o emprego na cidade. A previsão é de que os números continuem melhorando”, declara.


Para quem não consegue colocação no mercado de trabalho por meio de uma vaga tradicional, uma das opções para a formalidade e a geração de renda é o Microempreendedor Individual (MEI). Por meio dele, a pessoa que trabalha por conta própria, se legaliza como pequeno empresário.
Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo R$ 60 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. Em 2018, aproximadamente 700 empreendedores aderiram ao MEI na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, na Prefeitura de Brusque.

Veja Também

Assistência Social faz ação no Centro Pop

Profissionais da Secretaria de Assistência Social e Habitação de Brusque promoveram nesta segunda-feira (15) a ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.