Home / Geral / Defesa Civil de Brusque divulga números da primeira blitz educativa de Produtos Perigosos

Defesa Civil de Brusque divulga números da primeira blitz educativa de Produtos Perigosos

Mais de 50 veículos, entre caminhões frigoríficos, alimentícios e de produtos perigosos, foram abordados pelos agentes que trabalharam na primeira blitz educativa de Produtos Perigosos (PP) realizada pela Defesa Civil de Brusque, no final do mês de abril. 


A ação ocorreu na rua Luiz Gonzaga Werner, bairro Santa Terezinha e contou com o apoio da Secretaria de Trânsito, Polícia Militar, Vigilância Sanitária, Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) e agentes da Defesa Civil de Itajaí (SC) – referência em Santa Catarina no que se refere a PP. 


Do total de veículos abordados, 28 transportavam Produtos Perigosos. Em cerca de 80% deles foram encontradas irregularidades. “Observamos problemas de pequeno porte e outros de porte gravíssimo. Como se tratava de uma blitz educativa todos receberam as devidas orientações”, explica o diretor da Defesa Civil, Carlos Alexandre Reis. 


De acordo com ele, o objetivo central da fiscalização, nesse primeiro momento, era somente orientar os motoristas sobre os riscos potenciais causados pela imprudência, negligência, e imperícia, em transportar produtos perigosos em desacordo com as leis, resoluções e decretos vigentes.


“Com o intuito de instruir a todos os transportadores, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil realizará palestra e formação para as empresas e transportadores de produtos perigosos, com data e local a definir.”, adianta Reis. 


Na segunda quinzena deste mês, a Defesa Civil também inicia uma rodada de visitas nas empresas do município, que fazem o armazenamento de PP. Da mesma forma, o objetivo é orientar e verificar se estão dentro das normas, visto que novas Leis foram estabelecidas em 2019.

Veja Também

Milhares de pessoas participam do Corpus Christi em Brusque. ASSISTA!

Uma manhã de sol para comemorar a presença real de Jesus na Eucaristia. Mais de ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.