Home / Geral / Cooperativa Cervejeira Sul-Brasileira aprova estatuto e elege primeira diretoria

Cooperativa Cervejeira Sul-Brasileira aprova estatuto e elege primeira diretoria

A Cooperativa Cervejeira Sul-Brasileira (Cocersul) realizou na manhã de sábado, 12 de janeiro, a Assembleia Geral de Constituição. Na oportunidade os sócios fundadores da cooperativa e seus atuais integrantes foram convidados a participar do evento, realizado na sede da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr).Durante a assembleia foi realizada a eleição dos integrantes da Diretoria Executiva e Conselhos de Administração e Fiscal; a fixação do valor de pró-labore, das gratificações e da cédula de presença para os integrantes dos órgãos sociais; a aprovação do Estatuto Social e demais assuntos.  O processo de constituição da Cocersul foi realizado com orientações da empresa Ciza Treinamentos Assessoria e Consultoria, especializada em cooperativas, contratada para prestar assessoria para a execução do negócio.A Diretoria eleita na oportunidade irá atuará por quatro anos, na gestão 2019-2022, e tem como presidente Cicero Klas, Silvio Cesar Gonçalves como vice-presidente, Claudio Jair Martins como diretor Administrativo, e Anderson Montibeller como diretor Financeiro.  Já o Conselho Fiscal terá duração de três anos, de 2019-2021. 


Iniciativa de sucesso

O presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge, que integra o Conselho Fiscal da Cocersul, marcou presença no evento e destacou a importância da organização para o sucesso da cooperativa, bem como do apoio da entidade em fomentar mais uma iniciativa de sucesso. “Para a AmpeBr é uma honra ter essa cooperativa criada em nossa entidade. Foram dois grandes momentos, o primeiro com a fundação da cooperativa ano passado e agora a constituição da mesma. Vimos que tudo está sendo feito dentro das regras e da lei e parabenizamos os organizadores e envolvidos no processo de criação da Cocersul, pois temos certeza que já é um grande sucesso”, declarou. Para o presidente eleito da Cocersul, Cicero Klas, a constituição da cooperativa marca o início de um novo modelo de negócio, que irá fortalecer ainda mais a forma de produzir e comercializar a cerveja artesanal. “Com essas aprovações de hoje podemos dar continuidade a questão jurídica da cooperativa e continuar com o projeto. Vamos concretizar os planos estratégicos, a organização da Cocersul para que ela possa de fato começar a produzir e fomentar o setor. Vamos ser balizadores de vários conceitos, no preço, legislação, turismo, promovendo o setor, dando visibilidade ao pequeno cervejeiro artesanal. Temos certeza que estamos começando 2019 com o pé no chão e que estamos no caminho certo. A cooperativa já está fazendo história e sem dúvida vai contribuir muito para o segmento, na produção de cervejas de qualidade. Queremos dar força para o nano cervejeiro, para o produtor artesanal, que tem vontade de vender os seus produtos e empreender, e agradecemos a todos que estão participando desse negócio inédito”, destacou Klas. O vice-presidente da Cocersul, Silvio Cesar Gonçalves, também diretor da AmpeBr,  destacou a importância do associativismo e do cooperativismo, que fortalecem cada vez mais os negócios e a economia da cidade. “Há mais de 20 anos a AmpeBr foi fundada e posteriormente a união de empresários surgiu a Pronegócio, a partir de uma necessidade dos confeccionistas da rua Azambuja, que agora está em sua 48ª edição e é a maior rodada de confecção do país. Por isso, presenciar o fomento da Cooperativa, assim como foi com o Sicredi, que nasceu na AmpeBr também, é reviver essa história, de cases que deram certo e com ótimas perspectivas para o futuro, pois sem dúvida a união faz a força”, comentou. 

Saiba maisFundada em outubro da 2018, a Cocersul é pioneira no segmento na região sul do Brasil. A iniciativa foi planejada por mais de 30 sócio-fundadores, vinculados ao Núcleo de Cervejeiros Artesanais de Brusque e Região (Nucervarte). Atualmente a Cocersul conta com 50 integrantes, de cidades como Brusque, Guabiruba, Florianópolis, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Taió, Gaspar, Ilhota e Curitiba. A Cocersul funciona na sede da AmpeBr, que apoiou a iniciativa e cedeu seu espaço para os trabalhos dos cooperados. A principal função da cooperativa é prestar serviço nas etapas de produção e venda da cerveja artesanal, bem como de oferecer assistência técnica através de profissionais habilitados.Interessados em participar da Cooperativa Cervejeira Sul-Brasileira (Cocersul) podem entrar em contato através do e-mail: contato@cocersul.com ou na AmpeBr para mais informações: (47) 3351-3811.  “A cooperativa tem ideia de atuar em todo o país, com foco maior no Sul, nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Então, produtores de cerveja artesanal podem formar grupos de pessoas de suas cidades interessadas, entrar em contato conosco, onde vamos até lá para divulgar a cooperativa”, completa Klas. 
Diretoria Eleita – Cocersul

Diretoria Executiva

Diretor Presidente: Cicero Klas -Vice-presidente: Silvio Cesar Gonçalves-Diretor Administrativo: Claudio Jair Martins-Diretor Financeiro: Anderson Montibeller


Conselho de Administração 

-Diretor Presidente: Cicero Klas -Vice-presidente: Silvio Cesar Gonçalves-Diretor Administrativo: Claudio Jair Martins-Diretor Financeiro: Anderson Montibeller- Conselheiro: Artur Belz Neto -Conselheiro: Carlos Roberto Ribeiro- Conselheiro: Leonardo Pedrini 
Conselho Fiscal

Conselheiro: Ingo Kobarg- Conselheiro: Diego Lobo Custódio de Oliveira – Conselheiro: Paulo Piccoli – Conselheiro Suplente: Ademir José Jorge – Conselheiro Suplente: Roque Bambineti- Conselheiro Suplente: Fernando José de Oliveira 

Veja Também

Empresários se unem em prol de centro de hemodinâmica no Hospital Azambuja

Os empresários de Brusque, em conjunto com Luciano Hang, dono do grupo Havan, estão unidos ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.