Home / Geral / Aula vivencial na Trânsitolândia

Aula vivencial na Trânsitolândia

Tornar as crianças disseminadoras do quão importante é ter respeito e construir um ambiente seguro nas ruas é o objetivo do projeto Transitolândia, que recebeu nesta terça-feira (13), os estudantes do quarto ano da Escola de Ensino Fundamental Padre Theodoro Becker. A iniciativa viabilizada pela Prefeitura de Brusque por meio da Secretaria de Trânsito e Mobilidade e apoio da Secretaria de Educação, em parceria com a Polícia Militar, possibilitou que os 26 alunos do centro educacional do bairro Bateas, vivenciassem de forma lúdica um dia no trânsito.

No espaço, localizado no Centro de Operações da Polícia Militar, no bairro Santa Terezinha, as crianças receberam orientações teóricas repassadas pelos agentes da Polícia Militar e Guarda de Trânsito de Brusque. Após um lanche oferecido pelos profissionais, os alunos seguiram para o espaço vivencial que simula uma via real da cidade, com placas indicativas, sinalização horizontal, faixas elevadas, calçadas, rotatória e semáforo. Durante a aprendizagem, todos os estudantes, em algum momento, são motoristas e pedestres.

Para o educandário, o projeto foca no conteúdo apresentado ao quarto ano e visa instruir sobre as melhores formas de se comportar no trânsito. Além disso, a intenção é tornar as crianças propagadoras dessas informações, conscientizando familiares e amigos. A atividade torna a experiência real de como é fundamental ter cuidado ao dirigir, atravessar na faixa de pedestres e respeitar as sinalizações e ao próximo. Os estudantes aprendem de uma maneira divertida, de que no trânsito todos somos pedestres.

Veja Também

Descida do Rio Itajaí-mirim bate recorde de público

Eram 7h05 da manhã de domingo (24) quando os primeiros barcos foram colocados na água ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.