Home / Saúde / Alerta para possíveis focos da Dengue na cidade

Alerta para possíveis focos da Dengue na cidade

Na tarde desta quarta-feira (20), a prefeitura de Brusque, através da Secretaria de Saúde, alertou a população através de uma conferência de imprensa, sobre a necessidade de combater ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. Segundo o médico Humberto Fornari, secretário da pasta, neste ano o município foi decretado infestado pelo governo catarinense, apesar da intensificação das ações de fiscalização nos bairros, realizadas pelas equipes de agentes de endemias.

Em relação ao Programa de Endemias, em 2017 foram encontrados 55 focos positivos do Aedes Aegypti, com destaque para os bairros Nova Brasília e Santa Teresinha, que somente nestes dois bairros, foram encontrados 45 focos.

Fornari relata que desde março já havia um alerta dentro da vigilância epidemiológica para o aumento do índice de larvas do Aedes Aegypti. A partir daquele momento foram feitas uma redistribuição dos agentes epidemiológicos para tentar combater o avanço dos focos. “Porém, historicamente encontramos sempre um aumento dos índices nos bairros Santa Terezinha e Nova Brasília nessa época do ano, mas registramos um acrescimento que chamou atenção das autoridades”.

Buscar eliminar formas de acumular água parada como evitar o uso de pratos nos vasos de plantas, manter lixeiras tampadas e evitar o acumulo de entulhos ou lixo foram alguns exemplos citados que evitam a proliferação do Aedes Aegypti. Fornari destaca que a colaboração mútua entre a vizinhança também pode ajudar no combate do mosquito, o que impacta no controle começando pela residência e no bairro em que moramos.

No período de férias coletivas (21/12 a 09/01) o Programa de Combate a Dengue manterá suas atividades com 50% da equipe atendendo todo o município das 7h às 16h, e pede a colaboração da população para que antes de viajar não deixe nada que possa acumular água em seu jardim e na residência e, para aos que permaneceram na cidade, que recebam os agentes de endemias que se apresentam uniformizados e com crachá da Prefeitura de Brusque.

Para 2018 algumas ações já foram programadas como capacitação dos médicos e enfermeiros da rede por um infectologista, capacitação com atividades in loco nas Unidades Básicas de Saúde e Agentes Comunitários de Saúde, ações aos sábados nas áreas críticas, mutirões nos cemitérios entre outras. O objetivo é evitar que ocorra a infestação de outros bairros e para que isso ocorra é necessário uma conscientização coletiva frente ao tema.

Até o momento foram notificados 45 casos suspeitos de dengue sendo um positivo e três em investigação. Outros casos que estão sob verificação são oito de febre da Chikungunya e dois de Zika vírus.

Veja Também

Semana de Combate a Dengue tem ações em escolas, cemitérios e locais públicos

O combate ao mosquito Aedes Aegypti, ação que é desempenhada pelo Programa de Combate a ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.