Home / Geral / Acionistas decidem passos para a liquidação da CODEB

Acionistas decidem passos para a liquidação da CODEB

Foi realizada na tarde desta quarta-feira (13) uma assembleia geral extraordinária para tratar sobre a liquidação extrajudicial da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Brusque (Codeb).

Segundo o procurador geral do município de Brusque, Edson Ristow, a assembleia teve como objetivo estabelecer a forma de contratação do liquidante e também dar posse aos membros do conselho fiscal. Ainda segundo ele, ficou acordado pelos acionistas que em princípio o liquidante será escolhido entre funcionários “gabaritados” pertencentes ao quadro do município.

A nomeação de servidor efetivo da Administração deve ocorrer até 30 de janeiro. “Se isso não for possível, optou-se como segunda alternativa a realização de licitação para contratação deste profissional”, explica Ristow. “Frustrada também essa tentativa, está desde já autorizado que se faça a contratação de forma direta, com a dispensa de licitação, conforme os acionistas deliberaram em assembleia”, completa.

Conselho Fiscal
O conselho fiscal empossado terá um representante do poder público (Prefeitura), um da Câmara Municipal e um dos acionistas minoritários. “Cada um destes titulares também tem um suplente designado”.

Segundo o procurador, os termos de posse assinados já foram devidamente encaminhados para os órgãos competentes. Ainda de acordo com Ristow, deliberou-se na sessão que uma cópia da ata fosse mandada para o Tribunal de Contas do Estado, Controladoria Geral do Município e Gabinete do Prefeito, “para que estes tomem ciência e também possam fiscalizar os atos a partir da escolha do liquidante”.

Veja Também

Descida do Rio Itajaí-mirim bate recorde de público

Eram 7h05 da manhã de domingo (24) quando os primeiros barcos foram colocados na água ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.