Home / Geral / 47ª Pronegócio inicia movimentada

47ª Pronegócio inicia movimentada

O primeiro dia da 47ª Pronegócio Outono/Inverno 2019, promovida pela AmpeBr – Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região, foi marcado por uma grande movimentação de compradores e muitos pedidos efetivados. O evento realizado no Clube Santos Dumont, conta também com uma Rodada Internacional, viabilizada em parceria com o Sebrae. De acordo com o presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge, a rodada de novembro nasceu com o objetivo de possibilitar que os lojistas tenham os produtos de inverno mais cedo em seus depósitos e lojas. “Esse Preview de Inverno surgiu devido a um pedido dos compradores e esse primeiro dia está sendo sensacional, com muitas pessoas circulando pelos corredores do show room e os 90 boxes de negociações lotados. Percebemos que os vendedores estão satisfeitos, porque com o inverno prolongado que tivemos esse ano, os compradores estão desabastecidos e precisam repor seus estoques. Estamos otimistas e já estamos tendo negociações melhores do que em 2017. Também estamos tendo a rodada internacional, com a participação de 25 empresas vendedoras e compradores de 14 empresas, vindos de vários países da América Latina. O dólar alto favorece a exportação e ajuda o setor. Estamos contentes com as negociações que já aconteceram nesse primeiro dia. A Pronegócio vai até quinta-feira, 15 de novembro, e devemos receber 180 empresas que vêm comprar, que somam quase 400 compradores, e esperamos vender acima de 300 mil peças, que é um bom número para essa rodada, que é menor que as demais”, avalia Ademir.

O empresário Alexandre Hable, da empresa Head Free, de Mafra (SC), participa da Pronegócio desde 2013 e pela primeira vez, está presente também na Rodada Internacional. “Trabalhamos com os segmentos masculino e feminino juvenil e adulto e as vendas nas rodadas da AmpeBr, representam cerca de 90% do nosso faturamento. A participação na rodada internacional é com a ideia de diversificar, buscar novos conhecimentos e também a expansão do mercado. Está sendo uma experiência positiva, pois ao atender o primeiro cliente, já efetivei o primeiro pedido. Isso mostra que a distância entre nós é apenas territorial, porque os interesses são os mesmos e em termos de negócios estamos muito próximos. Nossos interesses se completam, nós temos necessidade de vendas e eles de compras, de produtos de qualidade”, considera Alexandre.

O coordenador do Sebrae, Alcides Sgrott Filho, observa que as empresas precisam expandir o mercado, tanto interno como externo, e por isso, está sendo desenvolvido junto à AmpeBr, um projeto voltado à internacionalização. “Temos onze empresas associadas à Ampe que estão sendo capacitadas para esse mercado e nesta rodada, captamos mais 14 associados que já possuem alguma experiência com exportação. Apostamos nessas negociações com compradores de outros países da América Latina. Temos acompanhado o mercado e outras feiras do segmento. Sabemos que o mercado ainda está um pouco retraído, mas a Ampe sempre busca novos compradores, e neste primeiro dia, estamos vendo um bom fluxo de compradores e um número significativo de pedidos tirados”, considera Alcides.

Rodada Internacional

O gestor do Programa Exporta SC, Douglas Cândido, explica que a Rodada Internacional é fruto do projeto promovido pelo Sebrae em parceria com a AmpeBr. “Estamos trabalhando a internacionalização com foco nas estratégicas de negócios. Temos que pensar grande, mas começar de forma pequena. Pensar globalmente, mas agindo primeiro localmente. Estamos preparando as empresas e fomos buscar clientes para validar essa experiência. Minha avaliação para esse primeiro dia, é superpositiva, pois já foram tirados pedidos e não esperávamos que seria assim”, destaca Douglas.

Para a diretora da Father, Sheyla Patrícia Pereira, que atuou na prospecção de clientes internacionais, a ideia é explorar a internacionalização através da promoção das exportações dentro do Estado de Santa Catarina, trazendo importadores e promovendo negociações, bem como, trabalhando o posicionamento de marcas brasileiras lá fora. “Nesta rodada temos desde clientes que possuem lojas de supermercados, lojas de departamentos, até distribuidores e lojistas finais. Percebemos que os compradores estão motivados e para nossa surpresa, já estão efetivando pedidos nesse primeiro dia. Estamos percebendo o interesse dos compradores tanto em comprar as coleções prontas, como pelo desenvolvimento exclusivo de peças. O mundo está voltando a olhar para o Brasil como uma possibilidade de private label”, considera Sheyla.

A 47ª Pronegócio e a Rodada Internacional seguem sendo realizadas até quinta-feira, 15 de novembro, no Clube Santos Dumont, em Brusque. Mais informações pelo telefone: (47) 3351-3811.

Veja Também

Fórum Sindical elege nova coordenação para 2019

O Fórum de Entidades Sindicais de Trabalhadores de Brusque e região realizou na manhã deste ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.